Posts tagged ‘espinafre’

Lasanha pode fazer parte do seu cardápio

Difícil encontrar quem não goste de massas, principalmente de lasanha. Mas muitas pessoas acabam se “auto-proibindo” de comer por acreditar que ela será responsável por quilos a mais na balança.

Como já falei em outras postagens, acredito na alimentação equilibrada, não gosto de restrições radicais. A lasanha pode ser incluída no cardápio sim, e existem opções de recheio que podem deixá-la mais saudável.

Apresento uma lasanha que fiz com recheio de espinafre, brócolis e palmito. A receita está nas quantidades que utilizei e serve como inspiração, mas os temperos do recheio ficam “à sua moda”, não é preciso seguir a risca.

Lasanha de espinafre, brócolis e palmito

Lasanha de espinafre, brócolis e palmito

Lasanha de espinafre, brócolis e palmito

Ingredientes:

1/2 pacote (250g) de massa fresca para lasanha (pode ser a massa seca também, porém o tempo de forno é maior)
1 xícara de espinafre
1 vidro de palmito
2 xícaras de brócolis
500 g de queijo muçarela ralado (se desejar uma receita com menos calorias, substitua por ricota ou cottage)
Alho, cebola, Salsa à gosto
Queijo parmesão ralado (quantidade para salpicar e colocar para gratinar)

Para o molho branco:

1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de farinha de trigo
500 ml de leite desnatado
3 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

Modo de preparo:

Vou tentar explicar por partes. Pode parecer complicado e trabalhoso, mas não é.

1- O espinafre, após lavado e retirado os talos (guarde-os e aproveite em caldos, sopas, feijão, são muito nutritivos), refogue rapidamente em uma panela com um fio de azeite e alho picado. Reserve;
2- Lave o brócolis, cozinhe para ficar macio (no vapor é mais rápido e mantém melhor os nutrientes). Pique-o e pique o palmito. Em uma panela, faça um refogado com tomate, alho, cebola e temperos a seu gosto (eu usei páprica picante, salsa, orégano e manjericão), coloque o brócolis e o palmito e deixe até que peguem sabor. Reserve;
3- Molho branco: coloque a manteiga e a farinha e fogo baixo, com a ajuda de um fouet (veja imagem no fim do post ), mexa bem. Quando estiver dourado, vá adicionando o leite bem lentamente e mexendo (este processo é bem importante para que não forme grumos). Quando você perceber que a farinha está bem dissolvida no leite, pode colocar o restante de uma vez, e ir mexendo até que o molho fique encorpado, adicionando o queijo parmesão ao final (é opcional, ajuda a dar sabor, mas se quiser deixar o seu molho com menos calorias, não utilize). Não deixe engrossar muito, pois a massa da lasanha precisa ser bem úmida e esta será a função do molho. Uma dica: adicione uma colher (de chá) de cúrcuma (açafrão-da-terra), é um tempero que tem sido cada vez mais estudado e tem mostrado propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e anticancerígenas, entrando na lista de alimentos funcionais;

4- Montagem:

– Pré-aqueça o forno;
– Coloque o espinafre refogado dentro do molho branco;
– Em uma forma (ou pirex de vidro resistente à temperatura), coloque um pouco do molho no fundo e faça a montagem da seguinte maneira: massa, molho, recheio de brócolis e palmito, queijo, massa, molho, recheio de brócolis e palmito, queijo, massa, molho. Salpique queijo parmesão e muçarela. (PS: A sua lasanha pode ter mais camadas, lembre-se sempre que o molho tem que estar em contato direto com a massa e se fizer ela maior, aumente a quantidade de molho e recheio);
– Cubra com papel alumínio e leve ao forno a 280ºC. O tempo de forno irá depender da massa, leia as instruções do fabricante. Após o tempo sugerido pelo fabricante, retire o papel alumínio e deixe mais 5 minutos para gratinar.

5- Servir.

Experimente e conte aqui no blog!

E para quem não conhece, este é o Fouet:

Fouet

 

 

 

 

Anúncios

04/06/2014 at 10:45 am 4 comentários

Pão recheado com espinafre e ricota

Hoje é dia de mais uma receitinha que já estou querendo postar fazia algum tempo…


Ficou com vontade? Vamos lá:

Ingredientes da massa

1 pacote de fermento biológico em pó
1/2 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de óleo (ou margarina)
3/4 de xícara (chá) de leite
1 ovo
1 batata doce (média) cozida e espremida
2 colheres de chá de sal
2 colheres de sopa de orégano
1 xícara (chá) de farinha de trigo branca
1 e 1/2 xícara (chá) farinha de trigo integral (ou mais, se necessário)
Modo de fazer
– Em uma tigela funda, dissolver o fermento como indica a embalagem (1/2 c. de açúcar, 1/4 de xícara do leite morno e 2 colheres de sopa de farinha), fazendo uma pastinha.
– Acrescentar o óleo, o ovo e o orégano e misturar bem com auxílio de uma colher;
– Acrescentar a batata espremida e misturar novamente;
– Acrescentar a farinha de trigo branca e mexendo até ficar no ponto de massa de bolo, acrescentar o sal;
– A partir de agora, é preciso ir acrescentando o restante da farinha e ir misturando delicadamente, esta massa não é sovada e a massa ficará macia. Não tem uma quantidade exata de farinha, o segredo é sentir a massa (sim, use as mãos, mas mexa “com carinho”) e ir trabalhando o glúten, até que ela fique  firme por fora (não gruda na mão), mas dentro, se colocar o dedo, ela estará mais grudenta;
– Cobrir a tigela com filme plástico e deixar descansando por 1 hora (ou mais) para crescer (eu deixo dentro do forno do fogão, desligado).
– Após 1h, dividir a massa em duas partes iguais;
– Abrir uma das partes utilizando um rolo, de forma que ela fique fina e caiba dentro de uma fôrma de pão untada e enfarinhada (procure abri-lá com a fôrma ao lado para ter ideia do tamanho);
– Forrar o fundo da fôrma com a massa.
– Rechear com o recheio de sua escolha (este é de espinafre com ricota);
– Abrir o restante da massa e cobrir o recheio, emendando com a parte de baixo da massa para fechar o pão. Você pode polvilhar gergelim e orégano por cima se desejar.
– Deixar descansar por mais uns 20 minutos e levar ao forno pré-aquecido em 180 graus até que o pão fique dourado.
Recheio de espinafre e ricota:
– Para a ricota: amasse-a com um garfo e acrescente ervas e suas preferência (orégano, alecrim, salsa, etc), alho cru picado bem finamente, sal, pimenta calabresa seca (se gostar de pimenta) e 1 colher de sopa de azeite. Misture bem;
– Para o espinafre: refogue-o com bastante alho e cebola, porém não deixe mais que 5 minutos, afinal ele ainda irá ao forno e se cozinhar muito tempo na panela irá ficar escuro e perderá todas as vitaminas e minerais.
Agora é só servir!

Algumas informações nutricionais:

Batata doce: é um carboidrato complexo de baixo índice glicêmico, ou seja, a sua absorção é mais lenta, liberando glicose na corrente sanguínea aos poucos e sem estimular muito o hormônio chamado insulina (responsável pelo aumento da fome e pelo acúmulo de gorduras);

Espinafre: boa fonte de vitaminas e minerais como vitamina A, C, fósforo, magnésio e potássio!

Farinha integral: é feita de todas as partes do trigo, assim possui mais vitaminas e minerais que a farinha branca. Como a batata doce, por ter maior quantidade de fibras, também é absorvido mais lentamente, evitando os picos de insulina, além de dar saciedade por mais tempo.

02/07/2012 at 9:45 am Deixe um comentário


Tópicos recentes

Calendário

outubro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Acessos

  • 40,748 hits

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.


%d blogueiros gostam disto: