Archive for julho, 2012

“O principal investimento na saúde é alimentar-se bem”

“Alimentar-se bem” pode significar, para muitos, colocar bastante comida no prato e sair da mesa com aquela sensação de quem precisa dormir. Porém, comer exageradamente está longe de nutrir o organismo.

O que é nutrir?  

Nutrir é oferecer ao seu organismo todas as vitaminas, minerais, antioxidantes e energia para que ele mantenha-se funcionando, para que possa fazer novas células, combater vírus e bactérias, ou seja, é oferecer o que ele necessita para manter-se saudável!

Esses nutrientes só estarão presentes no seu organismo se você oferecer, diariamente, legumes, verduras e frutas, grãos integrais, fontes de proteínas (carnes bovina, de aves, de peixes) e  de gorduras “boas” (nozes, castanhas, azeite, por exemplo).

E quando falo em investimento, não é somente o investimento financeiro, mas investir tempo e dar prioridade aos momentos da alimentação.

Assim, proponho que faça uma reflexão:

– Você se permite fazer as suas refeições tranquilamente?

– Quantas refeições tem pulado para poder se dedicar às outras atividades?

– Quantas vezes, no supermercado, você já comprou os produtos pelos seus ingredientes e informações nutricionais e não somente pelo menor preço?

– Quantas vezes você já comeu aquele pastel de feira ou o cachorro-quente apenas para economizar dinheiro?

– Quantas vezes você deixou de cozinhar apenas por ter preguiça e almoçou um macarrão instantâneo?

Reflita sobre estas questões. E pense em como você gostaria que fosse o seu futuro, pense se não vale mais a pena investir hoje na sua saúde do que em medicamentos no futuro.

“O principal investimento na saúde é alimentar-se bem” esta frase é da Dra. Denise Carreiro, palestrante no Seminário de Nutrição Funcional. Acredito que devemos sempre lembrar dela como uma motivadora a buscarmos uma qualidade de vida melhor por meio dos alimentos.

*Texto de autoria própria. Caso o reproduza por completo ou em partes coloque os créditos e me informe.

Leia também: “Entendendo o Rótulo dos Alimentos”  e Não esqueça o feijão!

Anúncios

06/07/2012 at 12:46 pm 1 comentário

Pão recheado com espinafre e ricota

Hoje é dia de mais uma receitinha que já estou querendo postar fazia algum tempo…


Ficou com vontade? Vamos lá:

Ingredientes da massa

1 pacote de fermento biológico em pó
1/2 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de óleo (ou margarina)
3/4 de xícara (chá) de leite
1 ovo
1 batata doce (média) cozida e espremida
2 colheres de chá de sal
2 colheres de sopa de orégano
1 xícara (chá) de farinha de trigo branca
1 e 1/2 xícara (chá) farinha de trigo integral (ou mais, se necessário)
Modo de fazer
– Em uma tigela funda, dissolver o fermento como indica a embalagem (1/2 c. de açúcar, 1/4 de xícara do leite morno e 2 colheres de sopa de farinha), fazendo uma pastinha.
– Acrescentar o óleo, o ovo e o orégano e misturar bem com auxílio de uma colher;
– Acrescentar a batata espremida e misturar novamente;
– Acrescentar a farinha de trigo branca e mexendo até ficar no ponto de massa de bolo, acrescentar o sal;
– A partir de agora, é preciso ir acrescentando o restante da farinha e ir misturando delicadamente, esta massa não é sovada e a massa ficará macia. Não tem uma quantidade exata de farinha, o segredo é sentir a massa (sim, use as mãos, mas mexa “com carinho”) e ir trabalhando o glúten, até que ela fique  firme por fora (não gruda na mão), mas dentro, se colocar o dedo, ela estará mais grudenta;
– Cobrir a tigela com filme plástico e deixar descansando por 1 hora (ou mais) para crescer (eu deixo dentro do forno do fogão, desligado).
– Após 1h, dividir a massa em duas partes iguais;
– Abrir uma das partes utilizando um rolo, de forma que ela fique fina e caiba dentro de uma fôrma de pão untada e enfarinhada (procure abri-lá com a fôrma ao lado para ter ideia do tamanho);
– Forrar o fundo da fôrma com a massa.
– Rechear com o recheio de sua escolha (este é de espinafre com ricota);
– Abrir o restante da massa e cobrir o recheio, emendando com a parte de baixo da massa para fechar o pão. Você pode polvilhar gergelim e orégano por cima se desejar.
– Deixar descansar por mais uns 20 minutos e levar ao forno pré-aquecido em 180 graus até que o pão fique dourado.
Recheio de espinafre e ricota:
– Para a ricota: amasse-a com um garfo e acrescente ervas e suas preferência (orégano, alecrim, salsa, etc), alho cru picado bem finamente, sal, pimenta calabresa seca (se gostar de pimenta) e 1 colher de sopa de azeite. Misture bem;
– Para o espinafre: refogue-o com bastante alho e cebola, porém não deixe mais que 5 minutos, afinal ele ainda irá ao forno e se cozinhar muito tempo na panela irá ficar escuro e perderá todas as vitaminas e minerais.
Agora é só servir!

Algumas informações nutricionais:

Batata doce: é um carboidrato complexo de baixo índice glicêmico, ou seja, a sua absorção é mais lenta, liberando glicose na corrente sanguínea aos poucos e sem estimular muito o hormônio chamado insulina (responsável pelo aumento da fome e pelo acúmulo de gorduras);

Espinafre: boa fonte de vitaminas e minerais como vitamina A, C, fósforo, magnésio e potássio!

Farinha integral: é feita de todas as partes do trigo, assim possui mais vitaminas e minerais que a farinha branca. Como a batata doce, por ter maior quantidade de fibras, também é absorvido mais lentamente, evitando os picos de insulina, além de dar saciedade por mais tempo.

02/07/2012 at 9:45 am Deixe um comentário


Tópicos recentes

Calendário

julho 2012
S T Q Q S S D
« jun   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Acessos

  • 40,748 hits

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.


%d blogueiros gostam disto: